x

Publications & markets

<< Back to the map

PASTA E PAPEL


Price: 20€

Published on a quarterly basis in Portuguese language, Pasta e Papel Magazine is the leading technical publication dedicated to the pulp, paper and forestry sector in Portugal and Brazil.

Language: Portuguese
Circulation: 5.550
Diffusion: Brazil, Portugal

 

Listed Companies:

ABTCP 2018
Heimbach
MIAC 2018
Paper One Show 2019
SchäferRolls
Sertec20
Tissue World Sao Paulo 2018

 (...)
Edito:

Dominar a Química do Processo, rumo à Indústria 4.0 e à Economia Circular


Este número da revista Pasta e Papel estará presente e será distribuído em três importantes eventos para o setor da indústria de celulose e Papel : a PulPaper em Helsínquia, a Zellcheming em Frankfurt e a RISI - Conferência
Latino Americana em São Paulo.
Eventos muito importantes, não só por juntarem os líderes mundiais da nossa indústria, mas também pelos temas que os programas das conferências vão incluir, de que destacamos os seguintes tópicos :
• Indústria 4.0 – uma nova filosofia industrial que aos poucos está a mudar a forma como produzimos bens e serviços, de modo a atingir uma maior produtividade por via de uma maior eficiência, maior personalização e fazendo uso de menos recursos materiais e energéticos, criando condições para novos processos de desenvolvimento de produto e novas formas de produção.
• Economia Circular – uma economia regenerativa e restaurativa, tendo como objetivo manter, intemporalmente, produtos, componentes e materiais no mais alto nível de utilidade e valor, num círculo fechado de utilidade económica.
• Novas Aplicações de Produtos Químicos – continuando a aplicação da Química em grande evolução, contribui para os avanços no setor, não só com ganhos ambientais, mas para um grande salto quantitativo e qualitativo na produção.
Com efeito, para além dos importantes desenvolvimentos no campo da química do processo, existem outros temas extremamente importantes que estão a merecer a atenção das empresas do setor, como é o caso da adoção, de forma progressiva, de soluções de vanguarda no campo da automação e da tecnologia de informação, permitindo a redução de erros, a economia de energia, a monitorização constante e o controlo da produção.
Temas que suscitam uma urgente reflexão sobre a educação e a formação.
O mundo para a qual a educação foi planeada já não existe e verifica-se um desalinhamento relativamente às competências técnicas e sociais necessárias para os desafios atuais, entre os diferentes atores da educação (alunos, educadores e empregadores). Será sempre impossível ter modelos educativos que, com objetividade, prevejam o futuro, pelo que qualquer modelo educativo a desenvolver terá de ser forçosamente dinâmico e adaptável, pelo que será - é - necessário criar espaços que promovam um alinhamento colaborativo entre os diferentes stakeholders da educação : alunos, pais, instituições de ensino, sociedade/indústria e governo.
Os engenheiros portugueses terão de se habituar a regressar periodicamente às suas Escolas para formação complementar e atualização.
As nossas Faculdades de Engenharia terão de dar resposta a esta nova realidade. As empresas, com a sua capacidade tecnológica, deverão ser Escolas Práticas de Engenharia, utilizando a simulação de unidades produtivas para a capacitação das equipas, permitindo um período de aprendizagem mais curto e uma redução no tempo de arranque do equipamento.
Paralelamente, as Associações do setor deverão, nas suas ações de formação, abordar temas que não constam nos habituais curricula de formação, como, por exemplo, a responsabilidade social das empresas, o ambiente, as alterações climáticas e, como atrás referimos, a indústria 4.0 e a economia circular.
E todos os que trabalham ou colaboram com o setor, desde a floresta ao papel, deverão ganhar uma renovada apetência por estes temas e procurar uma maior capacitação para enfrentar estes novos desafios.
Os textos que incluímos neste número são contributos para uma maior eficiência e competitividade das empresas, de acordo com a temática que escolhemos para este nosso Ponto de Vista : dominar a Química do Processo, rumo aos conceitos de Indústria 4.0 e de Economia Circular. Esperamos que contribuam para a atualização do conhecimento dos nossos leitores.

 (...)
Sommaire / Topics:

PONTO DE VISTA por João de Sá Nogueira
EM DESTAQUE

COMERCIAL & MARKETING

  • ? Dreams – Concurso Mundial de Design
  • ? Henrique Dominguez Lda passou a representar a empresa Simeoni
  • ? Metso adquire a divisão de automação de válvulas da Rotex Manufacturers and Engineers Pvt. Ltd
  • ? Renova em casas de banho de luxo no Museu do Louvre
  • ? Renova no Palácio Nacional de Sintra Conferências e Exposições
  • ? Archroma presente na PaperCon 2018
  • ? Medição online do Potencial Zeta das fibras : Emtec Electronic apresenta seu novo desenvolvimento na Zellcheming-Expo 2018

NOVOS INVESTIMENTOS

  • ? Spiralpack instala central fotovoltaica

VIDA EMPRESARIAL

  • ? Altri
  • ? The Navigator Company
  • ? Europac

REPORTAGEM

  • Celbi : Uma viagem de descoberta, uma parceria para o sucesso

TECNOLOGIAS

  • Teias de Formação Primoselect+ Novos desenhos e Novas possibilidades (Heimbach)
  • Serviços Especializados para a Pasta & Papel (Sew Eurodrive)
  • Alternativas à utilização de amido na indústria papeleira (Sertec20)

ESTATÍSTICAS

  • CEPI - Estatísticas preliminares 2017

Issue nbr:

Copyright © 2013 PaperFirst by groupenp.com. All rights reserved. Markets covered: France – Belgium – Switzerland - Spain – Portugal – Turkey - North Africa – Middle East – Latin America – And beyond…

Content Disclaimer - Legal - developed by Atmedia Communication